fevereiro 21, 2017

Carta de princípios

Eu, Phelipe Mansur, represento um grupo que deseja mudar a política em Foz do Iguaçu, a cidade que todos nós escolhemos para construir nossas famílias. Eu decidi entrar para a política por entender que se deixarmos nossa cidade nas mãos das mesmas pessoas que vem administrando nosso município nos últimos anos, não podemos esperar resultados diferentes dos que estamos vendo.

As pessoas dizem que político nenhum presta, mas como mudar isso? Somente se pessoas honestas e bem-intencionadas se envolverem na administração pública. O preço que o povo paga por não se envolver na política é ser governados pelos espertos que querem viver de privilégios.

Em toda nova campanha política, vemos sempre as mesmas figuras, com os mesmos discursos, querendo assumir a prefeitura. Mas nessa eleição, isso não vai funcionar, porque o povo brasileiro acordou e em Foz do Iguaçu não será diferente. Nessas eleições, daremos nosso recado nas urnas: vocês tiveram anos para fazer o que estão prometendo! Sua hora já passou! É hora de uma renovação na política! É hora da NOVA POLÍTICA!

Mas o que é a NOVA POLÍTICA? É um modo de fazer política e cuidar da coisa pública, baseado em ideias simples e claras, que podem ser adotadas por qualquer um. Mas qualquer político antigo que quiser adotar a NOVA POLÍTICA precisa antes responder: porque você já não fez isso antes?

Eis nossos princípios:

  1. Os demais candidatos a prefeito fazem parte da divisão do poder político da cidade há anos. Desejam tomar o poder para si e seu grupo, mas não acreditam em mudanças profundas. A Nova Política defende um novo modo de governar, com transparência, eficiência, profissionalismo, participação popular e rigor ético.
  2. Temos uma visão de futuro para Foz, o que não vemos nos demais discursos políti- cos. Ouvimos os demais grupos sem propostas concretas, ou defendendo que alter- ações em meros detalhes administrativos vão transformar nossa cidade no lugar de nossos sonhos. Nós da NOVA POLÍTICA, queremos transformar Foz numa cidade modelo.
  3. O povo está cansado de promessas vazias, então precisamos ser honestos: mudan- ças profundas levam tempo para ser implementadas. Até porque, haverá resistência daqueles que vivem se aproveitando do povo, mas isso tem que acabar! Apesar das dificuldades que sem dúvida encontraremos, temos compromisso com nosso projeto e iremos buscar em toda a sociedade pessoas que tenham essa mesma visão, colo- cando Foz do Iguaçu em primeiro lugar.
  4. Prefeito, secretários e vereadores são funcionários do povo. São eleitos para atender o povo e não podem colocar seus interesses acima das necessidades da sociedade que os elegeu.
  5. Nova Política não significa que todas as pessoas já envolvidas com política no pas- sado devam ser eliminadas da vida pública. Em qualquer lugar, existem tanto pessoas bem-intencionadas quanto mal-intencionadas. Em nossa gestão, iremos procurar em toda a cidade as melhores pessoas para ajudar na mudança que queremos implantar em Foz, independente de partido político, etnia ou preferência religiosa.
  6. Toda e qualquer nomeação feita pela prefeitura deverá passar pelos seguintes crité- rios éticos: a) não será feita nomeação de pessoas que sejam ficha suja; b) somente será nomeado para determinado cargo quem tenha formação pessoal compatível com a função; c) somente será aceita para o cargo a pessoa cuja experiência pessoal justi- fique a contratação.
  7. Um dos nossos principais objetivos na prefeitura é estabelecer um combate rigoroso a qualquer tipo de corrupção. Para garantir tolerância zero contra a corrupção desde o primeiro dia da gestão, a prefeitura irá se aproximar de órgãos de controle, a fim de que a sociedade civil possa ajudar a administração e reduzir o desperdício de dinheiro. Não existe dinheiro público, mas somente, dinheiro dos pagadores de impostos.
  8. Servidores e cargos de confiança envolvidos em indícios de corrupção, serão afasta- dos de suas funções, para que a questão seja devidamente investigada, de modo isento e transparente, sem a interferência do acusado.
  9. A prefeitura terá um Portal da Transparência atualizado, de fácil acesso e consulta para que todo cidadão saiba no que a prefeitura vem gastando seu dinheiro, quanto cada servidor ganha, quanto foi gasto em cada serviço ou contrato. A transparência, possibilitada pela tecnologia atual, é a nossa melhor arma no combate à corrupção.
  10. Quem melhor que o morador para decidir o que é mais importante para seu bairro? A tecnologia atual já permite que o povo seja ouvido para se decidir onde será gasto o dinheiro na sua região. Através de conversas diretas, audiências, reuniões, sites e apli- cativos, a prefeitura irá fazer consultas e votações eletrônicas periódicas a fim de que o povo decida onde será gasto o seu dinheiro.
  11. Não abrimos mão dos princípios da NOVA POLÍTICA. Qualquer um que queira se aproximar de nosso grupo, deve aceita-los totalmente. Sabemos que política é uma arte de negociação, mas sobre esses pontos, não há o que negociar.

Phelipe Abib Mansur

Phelipe Mansur

Perfil

Phelipe Mansur é empresário e administrador.

VER PERFIL